Sexo feminino é o mais afetado pela Síndrome de Sjögren por Qual Farmácia

Sexo feminino é o mais afetado pela Síndrome de Sjögren

A Síndrome de Sjögren é uma doença autoimune que afeta as glândulas produtoras de lágrimas e saliva, causando a secura da mucosa da boca e dos olhos. Sintomas como olho seco, sensação de areia nos olhos, vermelhidão ocular, boca seca, dificuldade de ingerir alimentos sem líquido e língua grudada no céu da boca pela manhã, feridas nos cantos da boca e dentes frágeis estão entre os principais sintomas da doença. Além disso, a cada dez pacientes afetados por esta doença, nove são do sexo feminino.

Causas

A enfermidade se divide entre dois tipos: a síndrome primária, quando apresenta apenas os sintomas clássicos de secura nas mucosas e a secundária, quando está associada com outras doenças reumatológicas, como a Artrite Reumatoide (uma doença inflamatória crônica que afeta muitas articulações, incluindo as das mãos e dos pés) e Lúpus Eritematoso Sistêmico (uma doença autoimune que pode não apresentar sintomas).

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a causa da doença ainda é indefinida, entretanto, especula-se que fatores climáticos, ambientais e até genéticos podem influenciar seu surgimento.

Diagnóstico

A médica especialista em reumatologia, Catarina Vila, alerta que para a confirmação do diagnóstico, além de todos os sintomas apresentados, o paciente deverá apresentar alterações laboratoriais nos exames de sangue, radiológicos, e em alguns casos, anatomopatológicos (biópsia das glândulas salivares).

Ainda não há uma cura para a Sjögren, mas com o diagnóstico feito em estágio inicial, o paciente pode ter uma rotina normal, com um excelente prognóstico, amenizando os incômodos do mal crônico. Para cada sintoma existe um tipo de tratamento diferenciado.

Tratamento

O tratamento visa reduzir os incômodos da enfermidade. Os olhos secos são tratados com lágrimas artificiais aplicadas regularmente durante o dia ou com gel aplicado à noite. Nesse sentido, os colírios que reduzem a inflamação nas glândulas lacrimais também podem ser utilizados, dependendo da gravidade do caso.

Para aumentar a produção de saliva, recomenda-se o uso de balas ou goma de mascar sem açúcar. “É essencial e indispensável a hidratação oral e o uso de colírios hidratantes mais intensamente no período da seca”, reforça a especialista.  Por outro lado, alguns pacientes se beneficiam do uso de medicamentos que estimulam o fluxo de saliva.

No entanto, em casos mais graves, a prescrição pode feita através de medicamentos anti-inflamatórios, corticoides ou imunossupressores, com o objetivo de melhora das inflamações e evitando que o paciente apresente qualquer tipo de sequela.

Leia ϟ comentários

ϟ Comentários

Voltar Comentar