Orkambi nova alternativa para o tratamento de fibrose cística por Qual Farmácia

Orkambi: nova alternativa para o tratamento de fibrose cística

A fibrose cística (FC), também conhecida como mucoviscidose, é uma doença de origem genética, ou seja, que é passada pelos genes dos pais – ainda que eles não manifestem a condição – para os filhos. Atualmente, de acordo com a Fundação de Fibrose Cística, dos Estados Unidos, cerca de 70 mil pessoas convivem com a FC, uma patologia ainda incurável que causa o acúmulo de muco no pulmão, no trato digestivo ou em outras partes do corpo.

Mas a boa notícia é que, no dia 23 de julho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou no Brasil o registro de um novo medicamento que pode auxiliar no tratamento da fibrose cística: o Orkambi. No País, segundo o Registro Brasileiro de Fibrose Cística (REBRAFC), contabiliza-se cerca de 3.000 pessoas com a doença, porém é possível que existam muito mais pacientes sem diagnóstico e tratamento adequados.

Como funciona

O Orkambi é um medicamento indicado para pacientes acima de 6 anos de idade e adultos para o tratamento da Fibrose Cística (FC) que contém a mutação F508del. Essa mutação faz com que a proteína reguladora da condutância transmembrana da fibrose cística (CFTR) se dobre e as células destruam essas proteínas logo após serem feitas.

Dessa forma, o Orkambi é composto por duas substâncias: lumacaftor e ivacaftor que trata-se, respectivamente, de um ativo corretor de CFTR e um agente potencializador de CFTR. Ou seja, juntos eles regulam a transferência de cloreto de sódio através das membranas celulares, evitando assim a desidratação e o aumento da viscosidade das secreções e melhorando os sintomas da fibrose cística.

Outro efeito positivo do medicamento é a melhora nas avaliações nutricionais das pessoas que se submeteram a esse tratamento.

Posologia

O medicamento será oferecido na forma de comprimido nas concentrações de 100mg + 125mg e 200mg + 125mg. A dose recomendada é de 2 comprimidos de manhã e 2 comprimidos à noite, administrados num intervalo de 12 horas. Nesse sentido, também é indicado que os comprimidos de Orkambi devem ser ingeridos por inteiro, sem partir ou mastigar, com um copo de água e/ ou alimentos.

E aí, gostou dessa novidade? Aproveite para compartilhar entre os amigos e familiares e não deixe de acompanhar a nossa página no Facebook.

Leia ϟ comentários

ϟ Comentários

Voltar Comentar