O Milagre da Manhã: como esse livro pode mudar sua vida? por Qual Farmácia

O Milagre da Manhã: como esse livro pode mudar sua vida?

Você já ouviu falar em Hal Elrod? Ele é o responsável pelo best-seller O Milagre da Manhã (The Miracle Morning, em sua versão original), livro que praticamente é um guia de desenvolvimento pessoal, segundo os leitores.

Escolhemos falar dessa obra porque muita gente ainda se culpa pela falta de tempo para cumprir as metas diárias. Em meio a isso, tudo vai ficando para trás: sonhos, pessoas e realizações. A vida começa a ser levada com a sensação de que mais poderia ser feito.

Com a depressão e a ansiedade cada vez mais presentes na sociedade, queremos mostrar a você que é possível mudar por meio de novos hábitos. E esse livro pode ser uma grande ajuda. Vamos conferir?

O Milagre da Manhã: o livro

Tudo começa com a história do próprio autor (que sofreu um grave acidente) e como ele conseguiu superar uma fase tão difícil de sua vida.

Depois dessa introdução, Hal apresenta seis práticas que ele realizava toda manhã e o ajudaram a se recuperar. São elas: silêncio, afirmações, visualização, exercícios, leitura e escrita.

O autor conta como uma rotina matinal pode mudar uma pessoa. Segundo ele, para ter uma vida plena e uma carreira de sucesso, todos devem dedicar um tempo para o seu desenvolvimento pessoal por meio de exercícios diários, logo cedo.

Acordar cedo, para Elrod, é um hábito que proporciona muitos benefícios à saúde física e mental, aos relacionamentos, finanças, espiritualidade e demais áreas que precisem ser aperfeiçoadas.

O Milagre da Manhã tem o intuito de apresentar ao leitor técnicas para melhorar sua produtividade e mostrar que é possível superar uma grande barreira.

Uma história de superação

Hal Elrod, aos 20 anos, nasceu de novo. Com essa idade, sofreu um grave acidente de carro que o matou por seis minutos — ele foi reanimado —  e depois ficou em coma por seis dias.

Ele também sofreu onze fraturas e um dano cerebral causado pelo impacto. Os médicos acreditavam que Hal nunca mais poderia andar.

Esse episódio aconteceu quando Elrod estava crescendo profissionalmente. Diante de todas essas dificuldades, ele teve diversas crises de depressão. E como não queria aceitar o que havia acontecido, sua recuperação foi lenta e sofrida.

Durante esse processo, o autor percebeu a importância da parte da manhã em sua rotina. Ao começar as atividades logo cedo, tinha a impressão de que seu dia rendia mais.

A partir disso, Hal começou a organizar melhor suas atividades, o que chamou de “o milagre da manhã” — uma forma de potencializar sua rotina matinal para ter um dia mais produtivo.

Para o autor, seguir a rotina tem um significado especial: realizar as tarefas proporciona uma sensação de dever cumprido ao final de cada dia. Foi assim que Elrod encontrou um sentido para não desistir de lutar.

Mesmo em dias ruins, cada pequeno gesto e meta alcançada era uma vitória. Coisas que antes eram simples passaram a ter um grande significado, assim ele pode entender o verdadeiro sentido de estar vivo.

Com muito tempo e esforço, Hal conseguiu o que parecia impossível aos olhos médicos: voltou a andar. Atualmente ele leva uma vida “normal”.

Enquanto muitas pessoas dizem não ter tempo e estão ligadas ao mundo material, a história de Hal vem para mostrar que, em milésimos de segundo, tudo pode mudar radicalmente. Por isso é preciso valorizar o que realmente importa.

A mensagem deixada é que durante sua vida haverá dias ruins e você vai fracassar. Mas isso não quer dizer que você perdeu. As pessoas devem ter clareza diante das dificuldades e desenvolver seu crescimento pessoal para enfrentar suas batalhas.

Sobre o autor

Hal Elrod, também conhecido como Yo Pal Hal (apelido dado por sua mãe), nasceu em 1979 nos Estados Unidos. Atualmente, aos 39 anos, ele é pai, palestrante, coach, empreendedor, escritor, corredor e marido de Ursula Elrod. Seu trabalho com O Milagre da Manhã é considerado “um dos livros de maior transformação de vida já escritos”.

Agora é com você: já leu O Milagre da Manhã ou tem alguma observação sobre ele? Ou uma indicação de outro livro que se relacione com o tema? Deixe seu comentário aqui no post!

Leia ϟ comentários

ϟ Comentários

Voltar Comentar