Afinal, por quais razões o Rivotril é tão consumido? por Qual Farmácia

Afinal, por quais razões o Rivotril é tão consumido?

Nos últimos anos, o Rivotril tem integrado a lista de medicamentos mais vendidos no Brasil, superando analgésicos comuns e outras medicações de uso regular que podem ser compradas sem receita médica.

Apesar da surpresa inicial, a verdade é que muitas pessoas precisam recorrer a esse medicamento tarja preta que se tornou conhecido pelos seus efeitos no combate  à insônia e ao nervosismo. Mas afinal, por que o Rivotril é tão consumido? Como ele age no organismo? Seu uso traz algum risco? Vamos explicar tudo no post de hoje. Confira!

O que é o Rivotril?

Rivotril é o nome comercial mais famoso do clonazepam, um medicamento da classe dos benzodiazepínicos, a mesma classe do diazepam, do alprazolam, do midazolam e muitos outros.

Todos esses medicamentos têm um poderoso efeito ansiolítico, capaz de reduzir a ansiedade e a sensação de nervosismo, além de gerar outros efeitos que contribuem para a melhora do bem-estar.

Como os benzodiazepínicos agem no organismo?

Os benzodiazepínicos agem diretamente nas sinapses do cérebro (região localizada entre dois neurônios, onde a atividade de um influencia a atividade do outro), tornando elas mais sensíveis à ação do neurotransmissor GABA (o ácido gama-aminobutírico é o principal neurotransmissor que inibe uma potência em ação). Como o GABA possui esse efeito inibitório, as sinapses acabam se tornando mais lentas e o cérebro consegue descansar.

Quais os efeitos do Rivotril?

O Rivotril reduz a ansiedade, resolve problemas de insônia, melhora a qualidade do sono, gera uma sensação de tranquilidade e bem-estar e diminui os sintomas depressivos.

Em emergências médicas, esse medicamento pode ser usado ainda para controle de crises convulsivas e crises de abstinência de álcool ou outras drogas.

O uso do Rivotril traz algum risco?

Sim! Apesar de todos esses benefícios, o clonazepam gera dependência e faz com que o indivíduo passe por um período de abstinência caracterizado por nervosismo e insônia quando tenta parar de tomar o medicamento. O processo é o mesmo de qualquer outra droga, como álcool, tabaco ou crack, dificultando a retirada do remédio.

Além disso, a overdose provocada pelo uso excessivo de benzodiazepínicos ou seu uso com outras substâncias que diminuem a atividade do sistema nervoso central, incluindo o álcool, podem fazer com que a pessoa não consiga se movimentar, pare de respirar e até leve à morte. Mas outros efeitos colaterais (como perda de memória, perda de concentração, agitação, tonturas, quedas, zumbidos e sonolência excessiva) podem ocorrer mesmo com o uso na dosagem correta.

A longo prazo, o uso de benzodiazepínicos já foi associado também a um risco 82% maior de o paciente desenvolver doença de Alzheimer.

Por que o Rivotril tem uma tarja preta?

Os medicamentos tarja preta agem diretamente no sistema nervoso central e podem gerar efeitos colaterais graves, além de dependência ao longo do tempo.

Como o Rivotril tem todas essas ações, ele recebe a tarja preta e só pode ser vendido sob prescrição médica com a apresentação de uma receita azul especial, para que as vendas sejam controladas.

Por que o Rivotril é tão consumido?

Porque seus efeitos geram uma sensação de alívio, paz, felicidade e relaxamento muito intensas que favorecem o abuso tanto dos médicos na hora de prescrever o medicamento quanto dos pacientes na hora de usá-lo e distribuí-lo entre amigos e parentes.

Como usar o Rivotril de forma segura?

Idealmente, o Rivotril deve ser usado apenas sob acompanhamento psiquiátrico e por um período indicado pelo profissional. A intenção é que o medicamento ajude a pessoa a superar um momento particularmente difícil da vida e que, aos poucos, deixe de ser necessário.

Dessa forma, pode ser indicado que a pessoa procure um psicólogo, faça exercícios físicos e comece a usar antidepressivos ou outros medicamentos mais seguros ao mesmo tempo, para não depender apenas do Rivotril.

Quer entender melhor por que o uso indiscriminado de Rivotril pode ser prejudicial à sua saúde? Então, confira mais um de nossos posts: 12 riscos de tomar remédio sem orientação médica!

Leia ϟ comentários

ϟ Comentários

Voltar Comentar